O que é uma microfilial?

Embora o termo “microfilial” tenha sido historicamente associado a pequenas agências bancárias de varejo, atualmente uma microfilial ou “filial de um” refere-se a pequenos escritórios/escritórios domésticos (SOHO) ou até mesmo a locais de trabalho pequenos ou remotos, associados a uma empresa maior, que exigem conectividade segura, confiável e de alto desempenho.

Explicação de microfilial

Uma microfilial é essencialmente um escritório corporativo, remoto e muito pequeno. Hoje em dia, isso geralmente significa o escritório na casa de um funcionário corporativo, mas também pode ser um quiosque ou outro local pequeno. Esses locais exigem a mesma rede segura, robusta e gerenciada por TI que é usada na sede, e ela deve proporcionar uma experiência consistente, independentemente de o funcionário fazer login no escritório doméstico ou no campus corporativo.

Considerações sobre uma solução bem-sucedida para microfiliais

As três principais considerações para qualquer solução de microfilial devem ser:

  • Facilidade de configuração e conexão
  • Proteção da rede corporativa
  • Capacidade da TI para analisar e agir

Facilidade de configuração e conexão

Como uma microfilial, por definição, atende a um número muito pequeno de funcionários, é muito provável que não haja assistência de TI no local. Isso significa que qualquer solução de rede para microfiliais deve ser extremamente simples de ser configurada por alguém sem conhecimento técnico. Uma vez conectada à internet, ela deve ser automaticamente conectada à rede corporativa e ficar visível e gerenciada pela TI corporativa. Desse ponto em diante, a experiência de usar a rede corporativa no local remoto não deve ser diferente de como se o usuário estivesse acessando a rede no campus principal.

Solução para microfiliais

Figura 1. A solução HPE Aruba Networking EdgeConnect Microbranch inclui o Aruba Central para gerenciamento e controle e um ponto de acesso localizado no escritório pequeno/escritório doméstico para oferecer suporte a recursos de VPN, orquestração de SD-WAN e SASE. O backup LTE pode ser adicionado por meio de um dongle de ponto de acesso.

Proteção da rede corporativa

À medida que as redes se tornam mais distribuídas, aumenta a necessidade de segurança inerente à rede. A proteção precisa ser incorporada, mas não deve prejudicar desnecessariamente o desempenho da rede. O roteamento baseado em políticas da SD-WAN, juntamente com as estruturas SASE e Zero Trust, oferece segurança da borda à nuvem. Os usuários podem acessar aplicativos SaaS confiáveis diretamente, minimizando os problemas de latência, enquanto as organizações de TI podem definir regras de roteamento e políticas de inspeção de nuvem. E os usuários e dispositivos têm acesso apenas aos recursos de rede definidos por políticas baseadas em funções e dispositivos.

Capacidade da TI de analisar e agir

A capacidade da TI de oferecer suporte a um grande número de locais de trabalho remotos sem implantar dispositivos ou agentes de terminal adicionais é importante. Além disso, os insights sobre a integridade da WAN podem ajudar os profissionais de TI a determinar se os problemas que surgem são causados pelo ISP ou por outro motivo. Além disso, a visibilidade detalhada de todos os dispositivos – sem fio, com fio e em filiais – conectados à empresa ajuda na análise e resposta mais rápidas, além de melhores a incidentes

Quais são os casos de uso da tecnologia de microfiliais?

Há três casos de uso principais para os recursos de microfiliais: desempenho, confiabilidade e segurança. Por exemplo, os funcionários de call centers distribuídos usam a tecnologia de microfiliais para conectar telefones VoIP e obter acesso confiável e de alto desempenho a aplicativos de atendimento ao cliente, melhorando assim a produtividade dos funcionários e os níveis de atendimento ao cliente. Além disso, as equipes de TI podem aproveitar os recursos de microfiliais para obter uma visibilidade mais profunda dos ambientes de trabalho remotos (indo além do status da conexão VPN) para identificar e resolver problemas rapidamente. Por fim, uma estrutura SASE, incluindo a orquestração da nuvem com fornecedores de segurança, atende melhor às necessidades dos setores focados em segurança, como saúde e governo, e reduz o risco de segurança em todos os setores.

Como escolher um fornecedor de tecnologia para microfiliais?

Há vários fatores a serem considerados:

  • Espaço ocupado pelo hardware: Alguns fornecedores exigem gateways adicionais no escritório doméstico ou dispositivos de segurança separados no data center. Procure um fornecedor que minimize o espaço ocupado pelo hardware para reduzir os custos e simplificar as operações.
  • Segurança integrada: Qualquer solução que você considerar deve fornecer políticas de segurança consistentes, baseadas em funções e dispositivos, da borda à nuvem.
  • Integração com fornecedores terceirizados: Sua solução de microfiliais deve ser extensível com integrações a fornecedores terceirizados, inclusive fornecedores de segurança.
  • Suporte a ponto de acesso Wi-Fi 6: Os pontos de acesso (APs) de trabalho remoto devem ter certificação Wi-Fi 6 para oferecer interoperabilidade, segurança aprimorada e proteção do investimento.
  • SD-WAN integrada: Os recursos de SD-WAN normalmente incluem orquestração de rota/túnel, roteamento baseado em políticas, vários túneis ativos, visibilidade da integridade da WAN e orquestração de segurança da nuvem.

Quando devo usar a tecnologia de microfilial em vez de um cliente VPN?

A tecnologia de microfilial é ideal para conectividade segura e confiável em casa, especialmente para trabalhadores distribuídos que acessam aplicativos de data center e SaaS. No entanto, como requer um AP local, é menos conveniente usá-lo em deslocamentos. Quando os funcionários visitam locais de clientes ou parceiros ou acessam a rede corporativa em uma cafeteria ou aeroporto, há opções de clientes de software que podem fornecer conectividade IPsec/SSL segura.